Home Notícias Prefeitura de Itanhaém assina com a Sabesp para investir R$ 50 mi...

Prefeitura de Itanhaém assina com a Sabesp para investir R$ 50 mi em implantação de reservatórios

93
0
SHARE

O prefeito de Itanhaém, Marco Aurélio Gomes, assinou, na sexta-feira (8), convênio com a Sabesp para a implantação de quatro reservatórios com capacidade de 40 milhões de litros de água tratada, que aumentarão a segurança hídrica e melhorarão o abastecimento de Peruíbe, Itanhaém, Mongaguá, Praia Grande e área continental de São Vicente. O Centro de Reservação, que é uma das ações do Programa Mais Itanhaém, receberá investimento de quase R$ 50 milhões, com previsão de atender a temporada de verão 2022/2023.

No total serão 50 milhões de litros de água tratada (somando os futuros 40 milhões aos 10 milhões existentes) e reservada dentro da área da Estação de Tratamento de Água (ETA) Mambu/Branco, em Itanhaém. “Em execução temos obras de saneamento básico de R$ 80 milhões neste momento na Cidade. Nós temos um mapa de atendimento sobre a questão da rede de coleta e tratamento de esgoto e já preparado para ingressar em processo de licitação na Sabesp, nas regiões do Belas Artes e da Cesp”, ressalta o chefe do executivo.

E as novidades não param. Um conjunto de obras estruturantes entre Prefeitura de Itanhaém, Governo do Estado e Sabesp trará investimento acompanhado de desenvolvimento econômico. Já para o próximo verão (2019/2020), está sendo ampliada a captação de água bruta, por intermédio dos rios Mambu e Branco, que proporcionará maior reflexibilidade operacional ao sistema.

Além do prefeito de Itanhaém, estiveram presentes o diretor de Tecnologia, Empreendedorismo e Meio Ambiente, Edison Airoldi; o diretor de Sistemas Regionais, Ricardo Borsari; o Superintendente de Gestão do Programa de Recuperação Ambiental da região, José Luiz Salvadori Lorenzi; e o Superintendente da Baixada Santista, Sérgio Bekerman.

Outro convênio com a Sabesp, de mais de R$ 46 milhões, dobrará a capacidade da Estação da Estação de Tratamento de Água Mambu/Branco. Com o investimento, a vazão passará dos atuais 1,6 mil l/s para 3,2 mil l/s, uma das ações do Programa Mais Itanhaém. E para viabilizar os investimentos para o abastecimento de água na Baixada Santista, a Cidade ainda receberá a ampliação de uma estação elevatória (de bombeamento) de água bruta e duas estações elevatórias de água tratada. A previsão é concluir os trabalhos em três anos, quando serão beneficiados aproximadamente 21 milhões de moradores e turistas.

LEAVE A REPLY