Home Notícias Alternativa sustentável para o descarte de entulhos, Cidade de Itanhaém terá quatro...

Alternativa sustentável para o descarte de entulhos, Cidade de Itanhaém terá quatro Ecopontos

195
0
SHARE

Ecopontos são locais de entrega voluntária de resíduos, um espaço dedicado ao descarte de entulhos de construção civil, materiais recicláveis, restos de poda de árvore e móveis sem utilidade. Como uma das soluções ecológicas, o Programa Mais Itanhaém planeja entregar à população o mais breve possível quatro Ecopontos, instalados nas regiões do Verde Mar, Cibratel II, Gaivota e Savoy, seguindo as diretrizes do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos e da Resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA).

Os Ecopontos são estruturas físicas construídas em pontos estratégicos na Cidade para que a população possa levar seus resíduos sólidos recicláveis, com funcionários para atendimento, recepção e controle do local, que atuarão em horário comercial, evitando o descarte ilegal em avenidas, ruas e praças da Cidade.

“Estamos acompanhando a implantação de Ecopontos na Cidade. Diversas regiões do Município receberão este equipamento importante de preservação ao meio ambiente e de conscientização da população sobre a correta destinação dos resíduos da construção civil, volumosos – como armário, sofás, madeiras – e verdes, além de todos os materiais recicláveis que são coletados nas residências e nos bairros do Município”, ressalta o prefeito de Itanhaém, Marco Aurélio Gomes.

Os resíduos depositados nos Ecopontos serão separados e levados a locais ambientalmente corretos. Materiais recicláveis serão destinados à Cooperativa Coopersol, que já realiza o trabalho de coleta seletiva da Cidade. Nas áreas onde serão implantados os Ecopontos estão prevista a construção de uma guarita, banheiro, sala administrativa, baias para o descarte de resíduos, pátio de manobras e ambiente para o despejo de entulhos de construção civil.

Além dos Ecopontos, a Cidade ainda contará com uma Área de Transbordo e Triagem (ATT) na Chácara Cibratel, que será destinada para manipular os entulhos de construções.

LEAVE A REPLY