Home Notícias Vereadores aprovam o aumento do próprio salário e Câmara de Peruíbe amanhece...

Vereadores aprovam o aumento do próprio salário e Câmara de Peruíbe amanhece pichada

239
0
SHARE

Desta vez os atuais vereadores de Peruíbe conseguiram deixar claro suas intenções. A sessão durou alguns minutos e os vereadores agindo sem nenhuma prioridade para trabalhar pelo povo, aprovaram um aumento de 66% em vossos salários.

Tanto é que sem briga nenhuma, com a maioria dos votos favoráveis e a votação única, o projeto foi aprovado e entra em vigor a partir de 1º de janeiro de 2021.

O projeto de resolução nº 14/2019, de autoria da Mesa Diretora, estabelece que o subsídio a ser pago mensalmente aos vereadores será de R$ 8.236,83, durante a Legislatura 2021-2024. Hoje os vereadores recebem R$ 4.953.

Os moradores presentes seguravam cartazes contra o aumento do salário dos vereadores. O projeto que tratava do aumento dos vereadores entrou em votação no meio da sessão e teve discussão e votação únicas.

Após a votação, os moradores presentes protestaram. Eles pediram a votação nominal e, como não foram atendidos, vaiaram os vereadores. Depois, os moradores segurando os cartazes gritaram “Vergonha, vergonha!”, por diversas vezes. Os vereadores deixaram o plenário e não se pronunciaram sobre a votação.

Os que aprovaram o projeto: Astrogilgo de Melo Silva (PATRI), Eduardo Martins Teles de Aguiar (MDB), Anderson Gaspar de Oliveira – Ton Gaspar – (PATRI), Ingram de Souza Menezes (DC), José Pedro Gomes de Oliveira – Oliveira (DEM), Lourival Sampaio Costa – Loro (PTB), Marcos Mohai Szabo – Mohai (DC), Rafael Vitor de Souza (MDB), Helio Sussumu Abe – Sussumu – (PSDB).

Os vereadores que votaram contra o projeto: Antonio Carlos Abude (PSDB), Luciana Castellan Vieira (PSDB) e Alexandre Tamer Junior (PSB).

Os que se ausentaram: Adilson da Táxi Van (PTB) e Milena Xisto Bargieri (PSB)

Aumento

Segundo descrito no projeto a medida tem por finalidade cumprir o disposto no artigo 9º, inciso VII da Lei Orgânica Municipal e ao mesmo tempo obedecer à Constituição Federal. Para fixação do valor, levou-se em consideração a última correção ocorrida em 1 de janeiro de 2009, corrigidos pelos mesmos índices concedidos aos servidores públicos municipais no período, que foi de 66,30%.

De acordo com o projeto, a ausência do vereador a cada sessão ordinária implicará o desconto no subsídio em valor proporcional ao número de sessões ocorridas no mês. O desconto não incidirá quando a sessão não for realizada por ausência de matéria a ser votada ou de quórum. Além do subsídio mensal, os vereadores receberão em dezembro de cada ano, quando for paga a gratificação natalina aos servidores, quantia igual aos respectivos subsídios vigentes naquele mês.

 

Câmara Pichada

O prédio da Câmara Municipal de Peruíbe foi pichado durante a madrugada nesta sexta-feira (28), escrito a palavra ‘vergonha’ em diversas locais do imóvel.

O pintor e artistas plástico Marcelo Senna, autor da obra de arte feita na Câmara Municipal, lamentou nas redes sociais o ato de protesto.

“Sobre o aumento que nossos “funcionários” deram a si próprios de 66 %, digo, Brasileiro não sabe protestar e pior, não sabem votar, pois tem ali vereadores que foram reeleitos. Esse tipo de protesto não atinge quem tem que ser atingido. Esse painel é um presente para a população feito por uma pessoa do povo na parede da Casa do Povo” .

É péssimo mas Peruíbe está com representantes políticos que não buscam a melhora do município e seus moradores contribuintes de impostos. Próxima eleição não está longe, é preciso saber votar naqueles que não só apresentam “projetos políticos” pois no fundo podem estar só buscando seu próprio interesse pelo cargo. Em Peruíbe não vemos vereadores fiscalizando o executivo, vemos uma “parceria” buscando seus interesses e o povo em sua minoria cobrando. Só resta o voto mais consciente para mudar esse cenário político.

 

Texto: Lucas Galante

Imagens: Reprodução Câmara / Divulgação Moradores

LEAVE A REPLY