Home Notícias Guarda Ambiental de Praia Grande recuperou mais de 107 mil m² de...

Guarda Ambiental de Praia Grande recuperou mais de 107 mil m² de vegetação nativa

195
0
SHARE

O Grupamento Ambiental de Praia Grande, que integra a Guarda Civil Municipal (GCM), tem um importante papel na preservação de áreas ambientais. Uma prova disso é um levantamento recente nesta área que aponta que Praia Grande foi a única cidade que recuperou vegetação nativa nos últimos seis anos entre os municípios da Baixada Santista.

De acordo com o inspetor Fábio Rogério Marques, o estudo foi feito confrontando dados de aerofoto levantamento. “Foram recuperados 10,74 hectares, o que equivale a 107.400 metros quadrados ou 15 campos de futebol com medidas oficiais. Em comparação com outros municípios estamos muito à frente”.

Ele explicou ainda que Praia Grande integra o Projeto Desenvolvimento Sustentável do Litoral Paulista (PDSLP), do Governo do Estado, por meio de um convênio firmado com a Guarda Ambiental e a Secretaria de Meio Ambiente (Sema), no qual se compromete a monitorar oito núcleos caracterizados por perfil de ocupação, risco de expansão, potencial de expansão, proximidade com Unidades de Conservação (UC), proximidade com Área de Preservação Permanente (APP), incompatibilidade territorial, risco de desastre natural
e perfil de contenção.

“Nenhum dos oito núcleos registrou expansão territorial e os índices de adensamento ficaram em níveis bem baixos”. Para o inspetor, um dos fatores que contribuíram para esses resultados é a sinergia entre os setores envolvidos, que possibilita a realização de
ações específicas e o monitoramento das áreas.

Os resultados mostram a eficácia do monitoramento e a expectativa da equipe ambiental é que esses índices se tornem cada vez mais positivos. Recentemente, a Guarda Ambiental recebeu uma nova sede, localizada na Área de Lazer Ézio Dall’Ácqua, conhecida como Portinho.

Com as novas instalações, as ações de patrulhamento aquaviário, por exemplo, serão  facilitadas pelo acesso ao Mar Pequeno, que margeia o Portinho, tornando  ainda mais eficaz o combate à pesca predatória e às ocupações irregulares.

 

Texto: Divulgação da Comunicação  da Prefeitura de Praia Grande

 

 

LEAVE A REPLY