Home Notícias Escola de Idiomas Yázigi em Peruíbe está com matrículas abertas para as...

Escola de Idiomas Yázigi em Peruíbe está com matrículas abertas para as turmas de 2019

307
0
SHARE

Você que é morador de Peruíbe aproveite a oportunidade de aprender novos idiomas através de aulas dinâmicas e baseadas em assuntos do dia a dia.

Atualmente, centenas de milhares de alunos conseguem aprender mais rápido associando o idioma a situações do cotidiano. O método do Yázigi é fazer o aluno pensar, interpretar e falar em outra língua sem notar que está aprendendo. Além disso, passeios ecológicos, festas e projetos culturais também fazem parte do aprendizado.

A escola de idiomas que completou mais de 60 anos de história, com o pioneirismo sendo a marca registrada da escola, o Yázigi mais que ensinar idiomas, quer fazer diferença na vida de seus alunos, capacitando cada um deles como pessoas e melhores cidadãos.

Aprenda inglês com quem pensa como você. Junte-se ao Yázigi e torne-se um Cidadão do Mundo!

Visite a unidade do Yázigi em Peruíbe, garanta sua vaga e faça sua matrícula!

 

(13) 3453-6095 – (13) 99759-1742 (Clique aqui para entrar em contato pelo WhatsApp)

Rua Ministro de Genésio de Almeida Moura, 56 – Centro – Peruíbe

 

Teste seu inglês

Quer saber em que nível está o seu inglês de forma rápida, de graça e sem sair de casa?

Descubra agora mesmo com o teste exclusivo de nivelamento do Yázigi como estão suas habilidades em inglês e se você está no nível básico, intermediário ou avançado.

Clique no link abaixo, faça seu cadastro rápido e comece já!

Clique no link para fazer o teste -> https://goo.gl/1hY65K

 

Antes de finalizarmos a postagem confira algumas dicas para você entender porque é importante aprender um novo idioma e tire dúvidas sobre qual o melhor momento para estudar uma nova língua.

 

Saiba quais as 5 áreas em que o o inglês fluente é essencial

Já foi o tempo em que a língua inglesa era um grande diferencial no currículo. Atualmente, ela é praticamente um pré-requisito básico para a maioria das empresas. Além disso, há áreas em que um domínio fluente do inglês é uma competência fundamental para o profissional, como as que citaremos nos itens a seguir.

Tecnologia da informação: O profissional da área de TI trabalha com protocolos e sistemas disponibilizados de maneira globalizada. Essa forte relação entre criadores de todas as partes do planeta faz com que se use uma língua padrão; no caso, o inglês. Até mesmo em termos de estudos há uma gama muito maior de cursos e de materiais produzidos no idioma. Além disso, funcionários de grandes empresas estão constantemente passando por treinamentos e participando de feiras e encontros com profissionais de outras partes do planeta.

Comércio exterior: A área de comércio exterior é responsável, majoritariamente, por operações de compra e venda de insumos, matérias-primas, industrializados e inúmeros outros produtos entre países. O profissional realizará funções como pesquisar e analisar o mercado, negociar com fornecedores e com parceiros de negócios, oferecer consultorias e cuidar da logística de importações e exportações.

Há vagas de emprego em indústrias, comércios e outras companhias privadas, bem como em instituições públicas e em governos. Por conta desse caráter globalizado que a profissão assume, é essencial que o profissional possua um inglês fluente, visto que ele estará em contato com pessoas de todo o mundo e precisará interagir com elas sem muitos erros e grandes enganos no idioma.

Relações internacionais: O profissional de RI – de certa maneira – trabalha de modo parecido com o de comércio exterior: ambos têm o objetivo de firmar relações entre partes de diferentes nacionalidades. A área de relações internacionais, porém, possui um foco maior nos trâmites sociais, participando de negociações diplomáticas e resoluções de conflitos, por exemplo.

A pessoa pode trabalhar representando os interesses de empresas, bem como de governos, inclusive mediando a resolução de problemas tensos, em que não pode haver erros de comunicação. Nesse sentido, é possível perceber que um domínio fluente de idiomas – principalmente o inglês – é de vital importância para a realização das funções do profissional.

Engenharia: Falar inglês fluente é uma habilidade fundamental para diversas áreas da engenharia, principalmente aquelas relacionadas à tecnologia e à inovação. As empresas desses setores costumam ser multinacionais ou estabelecer relações com outros parceiros ao redor do mundo, pedindo que os profissionais estejam constantemente utilizando o idioma para a realização do seu trabalho.

Comunicação: A comunicação é uma área bastante ampla, que produz para diferentes mídias, como o rádio, a TV, o cinema e a internet. Além disso, o profissional pode trabalhar com diversos focos, como o jornalismo, a publicidade e a produção de conteúdo. Uma base comum em todo o setor é o fato de as principais teorias serem fundamentadas em inglês, o que faz o volume de material de estudos no idioma ser consideravelmente maior.

O inglês é uma habilidade fundamental, visto que o trabalho do profissional pode exigir um contato constante com o que se produz no mercado internacional. Além disso, em grandes empresas do segmento, há treinamentos rotineiros e participações em feiras e encontros fora do Brasil.

Independentemente da área escolhida, o importante é que você estude e desenvolva o inglês até chegar a um nível proficiente no idioma.

 

O que muitos se perguntam é qual a melhor idade para aprender um idioma?

Há uma enorme discussão acerca do aprendizado de novos idiomas durante a infância, mas é comprovado: a melhor idade para aprender um idioma é enquanto ainda se é criança. A partir dos 3 anos, já é possível inserir os pequenos em cursos. Pode parecer uma idade muito baixa, mas as vantagens de se iniciar desde cedo são enormes.

Apesar de as crianças ainda não terem o senso de responsabilidade para entender conteúdos muito complexos, a forma lúdica e descontraída de aprender durante a infância são grandes diferenciais. Além de já terem um amplo vocabulário quando crescerem, também vai ajudá-las a decodificar assuntos mais abstratos nas próximas fases de aprendizado. Isso ocorre porque já há uma base sólida de conhecimento do idioma.

É mais fácil para o cérebro aprender durante a infância

A infância é fortemente marcada pelo ciclo de descobertas, e não é surpresa entender que o cérebro está muito mais preparado para receber estímulos quando se está nessa fase. Até os 4 anos de idade, a capacidade de persuasão de estímulos externos é muito mais forte. Além disso, a curiosidade das crianças é um poço sem fim. A vontade de conhecer coisas novas pode ser um fator extremamente benéfico ao aprendizado de novos idiomas.

Quanto mais cedo se aprende, melhor será a pronúncia

Um dos aspectos que mais pesam na hora de aprender um novo idioma é a pronúncia. Quanto mais idade, maiores são as chances de possuir vícios de linguagem e sotaque carregado. Como as primeiras fases da vida são baseadas na capacidade de desenvolver comunicação, o ouvido incorpora sons mais rápido na infância. A pronúncia é a reprodução do que ouvimos, então começar desde pequeno é um grande diferencial.

Aprendizagem na adolescência

Mesmo que a infância seja a melhor idade, a adolescência ainda carrega fortes traços de uma boa retenção de aprendizado de novos idiomas. O inglês pode influenciar positivamente, auxiliando no desenvolvimento pessoal, além de ajudá-los a se preparar para o futuro profissional.

Aprender quando se é adulto

Apesar de os dados mostrarem que o aprendizado em crianças é mais vantajoso, nada impede pessoas mais velhas de também se dedicarem aos estudos. Aprender um novo idioma é essencial para as novas relações que o mundo globalizado possibilita. Não são apenas as vantagens profissionais que chamam a atenção; existem diversas realizações pessoais, como viajar, que dependem do conhecimento em outros idiomas universais.

Mesmo que o processo de absorção de conteúdos demore mais para adultos, existem alguns aspectos que podem ser vantagens nessa fase de vida. Aprender coisas novas está diretamente relacionado ao senso de responsabilidade e, nesse aspecto, a maturidade pode ser um ponto positivo. A capacidade de lidar com os desafios do aprendizado de forma responsável e madura pode ser uma grande influência para o sucesso desse novo conhecimento. Não se acanhe pela idade; não há classificação indicativa quando o assunto é aprender!

A verdade é que a melhor idade para aprender outro idioma é aquela na qual há disposição e dedicação para tal. Independentemente de resultados de pesquisa, é essencial entender que o conhecimento de outros idiomas está diretamente relacionado ao empenho no processo de aprendizagem.

 

 

Postagem e Foto da Escola: Lucas Galante

Assessor de Vendas e Participação no vídeo: Eduardo Teixeira

Fontes de pesquisa: http://www.yazigi.com.br/noticias/ingles/qual-a-melhor-idade-para-aprender-um-idioma
http://www.yazigi.com.br/teste-seu-nivel/ingles/cadastro
http://www.yazigi.com.br/sobre-o-yazigi
http://www.yazigi.com.br/noticias/ingles/5-areas-em-que-o-ingles-fluente-e-essencial

 

 

 

Mais informações do Yázigi de Peruíbe confira no

Aplicativo Clube Bemtevi

Baixe grátis e agora mesmo

Android: https://goo.gl/1aq3nG
IOS: https://goo.gl/5hSYNy

 

 

Faça você também uma Reportagem Comercial do seu negócio.
Clique no link abaixo para contratar o serviço. 
https://goo.gl/daZcxC

LEAVE A REPLY