Home Notícias 4 dicas para aumentar a venda de serviços durante a Black Friday

4 dicas para aumentar a venda de serviços durante a Black Friday

259
0
SHARE

Cada vez mais consolidada, a próxima edição da Black Friday promete ser um dos fatores responsáveis pelo aumento da venda de serviços e produtos no Brasil. Segundo um estudo divulgado pelo Facebook Brasil, cerca de 80% dos brasileiros pretendem realizar compras durante o período este ano.

A organização e o planejamento para a data são fundamentais para alcançar o sucesso e até triplicar as vendas. Pensando nisso, Rafael Carvalho, CEO e co-fundador da Edools, plataforma de ensino a distância para empresas e profissionais que desejam construir e distribuir cursos online, separou quatro dicas essenciais para ajudar os interessados a intensificar o consumo de serviços.

  1. Análise de dados

Examinar informações provenientes de edições anteriores e pesquisar o que os concorrentes e semelhantes fizeram são passos importantes para entender melhor o mercado e avaliar o que funciona ou não. “Criar uma Landing Page, que é a página por onde os usuários entram no site, com chamada exclusiva para a Black Friday também pode trazer bons resultados, porque desta forma é possível centralizar todos os dados e ações das ofertas e, assim conseguir mensurar a efetividade da ação posteriormente”, afirma Rafael. Em 2017, os clientes que contam com os serviços da Edools tiveram um aumento de 125, 4% na venda de cursos online durante o período da Black Friday. Essa informação pode, e foi, utilizada como base para a programação deste ano, por exemplo.

  1. Descontos e Brindes

Oferecer descontos exclusivos e reais (nada de propaganda enganosa) é o que mais agrada e fideliza os clientes. “Nas situações de vendas de serviços, como é o caso da Edools, é possível explorar as promoções de outra forma também, seja por meio de pacotes ou descontos progressivos , tornando mais acessível para o consumidor e efetivo para para quem vende”, pontua o CEO. Além da diminuição dos preços, é interessante oferecer brindes como cursos com curta duração, por exemplo, para os clientes que fecharem algum serviço durante o período.

  1. Aposte nas redes sociais

Utilizar as redes sociais e e-mail marketing de forma estratégica para divulgar a etapa pré e durante a Black Friday é um plano eficaz. “Cada vez mais os brasileiros tornam-se assíduos na internet e, por isso, as redes sociais são uma excelente opção para o comércio online, porque podem ampliar a conversão, ou seja, o cliente sai do anúncio do Facebook / Instagram direto para o site com a finalidade de concretizar a compra”, declara Rafael.

  1. Senso de urgência

Ao utilizar essa tática de estipular prazos, o cliente que está realmente interessado no serviço é instigado a comprar naquele momento, porque ou ele aproveita a oportunidade de comprar enquanto o desconto está no ar ou ele deixa passar a chance por perder tempo. “Na Black Friday, o senso de urgência é uma das chaves principais para impulsionar as vendas. O objetivo é fazer o consumidor tomar a decisão de compra na hora, evitando que ele vá buscar outras ofertas ou desista da compra”, conclui Rafael.

Sobre a edools

Fundada em 2013 por Rafael Carvalho e Bernardo Kircove, a Edools, plataforma de ensino a distância para empresas e profissionais que desejam construir e distribuir cursos online, surgiu da necessidade de mercado em escalar esses cursos de forma segura e eficiente. Acelerada por programas como “500 Startups” e “Google Launchpad Accelerator”, a Edools já impactou mais de 2 milhões de alunos com sua tecnologia. Eleita como uma das melhores empresas para se trabalhar pelo Great Place to Work Brasil, o objetivo da startup é potencializar a educação e o aprendizado das pessoas, em prol de um mundo melhor, por meio de uma ferramenta didática e que atende às especificidades de cada cliente.

LEAVE A REPLY