Home Notícias 5 dicas pouco convencionais para aperfeiçoar o inglês

5 dicas pouco convencionais para aperfeiçoar o inglês

79
0
SHARE

Manter a fluência após estudar anos uma língua, esse é o principal desafio para quem já se dedicou ao aprendizado de uma nova cultura, vocábulos e expressões em um idioma diferente do seu. Para manter ativo o idioma lemos continuamente dicas como assistir seriados sem legendas ou/e fazer um intercâmbio. Entretanto, há outras ações que podem ajudar e muito a fixar o inglês e que são pouco convencionais.

O nosso cérebro tem uma capacidade de memória correspondente a prática do que absorvemos de conhecimento. Logo, manter ativa a competência de se comunicar em outro idioma requer incluí-lo na sua rotina. Porém, como colocar o inglês no seu dia a dia se você não precisa praticá-lo no trabalho ou em atividades rotineiras como comprar algo no mercado, entre outros?

É comprovado que o armazenamento de informações cerebrais é correspondente ao interesse que o ser humano tem em aprender e reter estes conhecimentos novos. Se não há prática do que foi aprendido e nem uma atividade para exercitar o aprendizado o conhecimento tende a neutralizar. Não quer dizer que a pessoa esqueça o que assimilou, mas é um alerta para entender que é preciso despertar esses dados.

A CEO da Minds Idiomas, Leiza Oliveira, administra mais de 70 escolas em 5 regiões do país e nestes 10 anos percebeu que muitos alunos, dedicados e comprometidos, após o curso de 18 meses, estavam com dificuldade para manter a fluência do idioma após algum tempo de conclusão do curso. Após esta informação, Leiza fez uma mapeamento embasado nos estudos que realizou nos Estados Unidos e identificou cinco formas de como as pessoas conseguem conservar o inglês:

1) Pratique Couch Surfing

Na tradução literal – Surfe de sofá – é uma rede social que liga turistas do mundo inteiro a pessoas que disponibilizam um local para eles dormirem, sem custo. Já são mais de 4 milhões de usuários e você pode optar por um perfil de visitante similar ao seu. Por exemplo, se você tem uma rotina rígida durante a semana, estuda e trabalha, pode escolher por alguém que esteja a trabalho aqui no Brasil ou fazendo um congresso. É possível fazer o famoso “match”, ou seja, ter um hóspede com o perfil similar ao seu. O indivíduo consegue praticar o idioma, aprender um pouco da cultura local e conhecer pessoas.

2) Discuta temas que você gosta

Forme um grupo para debater assuntos que sejam de interesse comum em inglês. Na Minds desenvolvi o “Up Plus” trata-se de uma turma, com no máximo 8 alunos, que conversa sobre atualidades por meio de vídeos e games. Além disso, nosso aluno também é inserido em ambientes como restaurantes e cafés com intuito de se desenvolverem e aperfeiçoarem o que já foi aprendido, essas atividades sempre são realizadas com o apoio de um docente. Quando você une pessoas com disposição por um tema, o assunto tende a se desenrolar e a gramática, antes adormecido, volta a despertar. O UP tem duração de seis meses.

3) Mude todos os aparelhos eletrônicos para inglês

Essa dica parece ser óbvia, mas não é. Uma das formas de aprendizado que o ser humano carrega é o visual. Em um primeiro momento pode ser difícil se acostumar com todos os itens do seu dia a dia em outro idioma como, por exemplo, as planilhas de gastos, finanças dos filhos, e até a lista de supermercado. Porém, algum tempo depois, se tornará habitual e fará com que essas palavras não “fujam” do seu vocabulário. Outra dica que se encaixa é o GPS, mude também o idioma.

4) Compre na internet e leia notícias internacionais

Caso precise fazer alguma compra, pesquise antes em portais em inglês e navegue nos e-commerces. As peças e objetos ofertados estarão com legenda no idioma. Outra tática é praticar a leitura em portais de notícias como o New York Times, The Huffington Post, entre outros. Essas duas práticas estimulam a forma de aprendizado por meio da leitura.

5) Pratique esgrima, futebol americano ou Rugby

Muitos desses esportes citados são ministrados por americanos e/ou têm muitos alunos de outras nacionalidades. Além disso, você pode acompanhar os torneios internacionais dessas modalidades e com isso exercitar a audição, uma das formas de aprendizado para captar o idioma.

 

LEAVE A REPLY