Home Notícias Piloto cai de paramotor e quebra as duas pernas em praia de...

Piloto cai de paramotor e quebra as duas pernas em praia de Itanhaém

162
0
SHARE
(Foto: Reprodução/Tabloide do Litoral)

Um paramotor caiu no calçadão da orla do bairro Cibratel, em Itanhaém, no último sábado (22). O piloto do equipamento, um policial militar de 33 anos, ainda estava em instrução, segundo reportagem apurada pelo G1. Ele fraturou as duas pernas, segundo a Polícia Civil, e foi socorrido às pressas para o hospital.

O acidente ocorreu na Avenida Mario Covas, entre os quiosques da praia do bairro Cibratel. Testemunhas viram quando o piloto, identificado como Maurício Teixeira, perdeu o controle do equipamento, atingiu um coqueiro, ficou preso na fiação de postes e colidiu com um veículo.

“Ele bateu no meu carro. Foi um susto, pois eu estava com os meus netos e tinha acabado de sair dali. O pessoal que estava com o rapaz [o piloto] disse que era a primeira aula dele. Poderia ter acontecido algo pior”, disse a aposentada Maria Adileia Ferreira dos Santos, de 65 anos.

A filha dela, a enfermeira Alexandra dos Santos Reis, de 37 anos, ajudou nos primeiros socorros. “Ele ficou com o pescoço enroscado no fio de alta tensão e o pessoal do quiosque conseguiu tirar. Vi que ele estava consciente, mas com fraturas nas pernas”, relatou.

Acidente aconteceu na orla do bairro Cibratel em Itanhaém (Foto: Reprodução/Tabloide do Litoral)

A Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados. Antes da chegada das equipes, um homem, que identificou-se como amigo do piloto, retirou os equipamentos de voo do local rapidamente. Aparentemente, ele não justificou a atitude.

Houve confusão, pois as pessoas que ajudaram Maurício após a queda queriam que tudo fosse deixado no local até a chegada das autoridades. O paramotor, entretanto, foi levado, mas recuperado em seguida por uma equipe da polícia, que acionou a perícia científica.

Piloto foi socorrido por populares até a chegada do Samu. O piloto foi socorrido pela equipe do Samu para o Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande (SP), onde foi submetido à cirurgia e permanece internado desde então. Na manhã de domingo (23), ele foi transferido ao Hospital Militar em São Paulo pelo helicóptero Águia, da PM.

Amigos e o instrutor de Maurício informaram que ele era aluno de voo livre há dois meses. Segundo eles, mesmo em instrução, o piloto já estava autorizado a realizar voos e, no momento do acidente, se comunicava via rádio com uma equipe em solo.

A Polícia Civil registrou o caso e vai investigar. Ainda no sábado, a Força Aérea, por meio da Base Aérea de Santos (SP), foi informada da queda do paramotor. Por meio de nota oficial, Aeronáutica informou que ainda não foi notificada oficialmente sobre o acidente.

Fonte: G1

Postagem: Lucas Galante

LEAVE A REPLY