Home Notícias Instabilidade econômica não afeta a construção sustentável no Brasil

Instabilidade econômica não afeta a construção sustentável no Brasil

249
0
SHARE

Em alta no setor da construção civil, os projetos sustentáveis deixaram de ser uma novidade apenas para os empreendimentos de altíssimo padrão e passaram a permear todo o mercado da construção civil, alcançando edifícios residenciais, galpões logísticos, shopping centers, lajes de escritório, hospitais, arenas esportivas, dentre outros. A avaliação é do membro do Comitê Diretor da Unidade de Sustentabilidade do CTE (Centro de Tecnologia de Edificações), Wagner Oliveira.

“A instabilidade econômica afetou todo o mercado da construção, reduzindo significativamente o número de novas obras. No entanto, a construção sustentável não foi afetada e a demanda por edificações com melhor desempenho e mais sustentáveis tem crescido. Prova disso é que, em 2016, 192 empreendimentos brasileiros foram registrados no USGBC em busca da certificação, o maior número de registrados desde 2012, quando ocorreu o boom do mercado da construção”, afirma.

Para Oliveira, embora aplicadas de acordo com as características de cada projeto, atualmente há uma tendência para a utilização de alternativas sustentáveis que visam o desempenho no uso de água e energia, além da utilização de energias renováveis. A ideia é implantar sistemas que garantem menor consumo e maior autonomia no fornecimento frente a possível escassez de água, o que os torna também não só mais sustentáveis, mas também resilientes as iminentes mudanças climáticas.

Ele destaca que, neste contexto, cresce a adoção de geração de energia renovável nas próprias edificações ou em outras localidades. “Os sistemas de geração de energia solar fotovoltaica tiveram seus custos reduzidos em mais 40% no último ano, o que o torna cada vez mais viável a sua implantação. Este cenário de crescimento abre espaço também para a próxima tendência de edificações sustentáveis, os chamados edifícios Net Zero, que serão capazes de gerar toda a energia necessária para seu funcionamento durante o ano todo”, observa.

Potencial — Atualmente o Brasil é um dos líderes em edificações sustentáveis no mundo, despontando como o 4º país com maior quantidade de projetos certificados ou em processo de certificação LEED, o referencial mais aplicado em todo o mundo. Por isso, este ano, o tema sustentabilidade na construção civil ganha mais espaço e será abordado em um painel coordenado pelo Centro de Tecnologia de Edificações (CTE) durante o Concrete Show South America, que acontece em agosto, na capital paulista.

“Mesmo como este cenário, o potencial é ainda enorme, pois a aplicação ainda pode ser expandida para os mercados de edificações residenciais, hotelaria, industriais, logísticos, que ainda apresentam uma baixa penetração quando o assunto é sustentabilidade. Este crescimento poderia ser impulsionado por políticas públicas, com o IPTU verde sendo adotado, por exemplo, e outras que estão já andamento em alguns estados brasileiros”, afirma Oliveira.

O membro do comitê diretor do CTE, aponta ainda que o fato do projetos e obras serem executados com prazos mais realistas é positivo para a situação econômica atual, uma vez que permite um planejamento e avaliação mais criteriosa das estratégias de sustentabilidade já durante a etapa de concepção do projeto, o que reflete em menor custo e alcance de melhores resultados no desempenho. “Acredito que a crise veio para amadurecer ainda mais a construção sustentável, possibilitando que um próximo passo seja dado em edifícios de alto desempenho sem altos custos de implantação e com grande diferenciais competitivos”, finaliza.

Serviço: Concrete Show South America 2017
Data: 23 a 25 de agosto
Local: São Paulo Expo – Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – São Paulo (SP)
Horário da Exposição: 23 de agosto das 13h às 20h / 24 e 25 de agosto das 10h às 20h

Sobre o Concrete Show South America – Único evento na América Latina a reunir toda a cadeia produtiva do concreto, o Concrete Show South America chega em 2017 a sua 11ª edição. Anualmente, reúne marcas expositoras com soluções de mais de 40 segmentos, desde equipamentos para terraplenagem, canteiros de obras e projetos estruturais, até tecnologias de ponta para a cadeia produtiva do concreto, serviços e acabamento, visando sempre o aumento da produtividade, eficiência e redução de custos. Reconhecido como um dos mais importantes pontos de encontro da construção civil, a feira oferece oportunidades únicas de networking, experimentação de produtos, efetivação de negócios e um programa de conteúdo com conferências, seminários e cursos focados nos temas mais atuais do setor.

Sobre a UBM Brazil – A UBM é a maior empresa organizadora de eventos B2B no mundo. Seu profundo conhecimento e paixão pelos setores da indústria que atende lhe permite criar experiências valiosas onde as pessoas atingem seu sucesso. Em seus eventos, as pessoas criam relacionamentos, fecham acordos e crescem seus negócios. Seus mais de 3.750 funcionários, com sede em mais de 20 países, atendem mais de 50 diferentes setores da indústria. No Brasil, atua nos segmentos da saúde, logística, ingredientes alimentícios, construção civil, construção naval e metroferroviária. Essa rede de relacionamento global, especializada, pessoas apaixonadas e líderes de eventos oferecem oportunidades únicas para que os empresários alcancem suas ambições.

Assessoria de Imprensa – Concrete Show South America

Postagem: Lucas Galante

LEAVE A REPLY