Home Notícias Essilor lança programa para oferecer óculos de grau à população carente

Essilor lança programa para oferecer óculos de grau à população carente

910
0
SHARE

Cadastrados no Programa Bolsa Família poderão ter óculos subsidiados em ópticas parceiras como a Chilli Beans, Óticas Diniz e Óticas Carol

Atualmente, cerca de 2,5 bilhões de pessoas no mundo necessitam de correção visual e 95% delas vivem em países emergentes. No Brasil, 30 milhões de indivíduos possuem problemas de visão e não têm acesso a óculos de grau. Com o objetivo de reverter esse quadro, o Grupo Essilor lança hoje o programa Ótica Cidadã, que irá oferecer acesso à correção visual, com óculos de grau por apenas R$ 60,00, para a população de baixa renda. Para poder adquirir os óculos, será necessário apresentar a prescrição feita por um médico oftalmologista – único profissional habilitado a fazer o exame de vista – e ter cadastro no Programa Bolsa Família.

De acordo com o diretor geral do Grupo Essilor no Brasil, Eugenio Drummond, o objetivo é promover a saúde visual no país, propiciando às camadas com menor poder aquisitivo acesso a um item fundamental para enxergar melhor. A iniciativa faz parte do programa global da Essilor 2.5 New Vision Generation, cuja ambição é inverter a atual tendência de crescimento do número de pessoas com dificuldades visuais não corrigidas no mundo, desenvolvendo modelos de negócios baseados em inclusão social, inovação, escalabilidade e sustentabilidade. “Atuamos sempre na direção da acessibilidade, ou seja, buscamos desenvolver projetos e parcerias que possibilitem ao cidadão acesso à correção visual”, afirma.

Até o final do ano, o programa Ótica Cidadã pretende ajudar mais de 13 mil pessoas a enxergar melhor. A iniciativa terá o engajamento de ópticas no país inteiro, sendo que cada uma delas disponibilizará dez pares de óculos de visão simples ao mês, voltados para a correção de miopia, hipermetropia ou astigmatismo. Inicialmente, três grandes redes farão parte do programa: Chilli Beans, Óticas Diniz e Óticas Carol. “Em um país com dimensões continentais como o Brasil, as redes de ópticas são importantes para a capilaridade do programa,” destaca Drummond.

Na visão das empresas participantes, o programa cumpre uma função social em uma área da saúde bastante carente no Brasil. “É uma satisfação para nossa rede de franqueados que já trabalha com óculos de grau atuar também como uma Ótica Cidadã, ampliando o acesso à correção visual nas diversas regiões do Brasil em que atuamos,” destaca Caito Maia, Presidente da Chilli Beans.

Já na visão de Arione Diniz, Presidente das Óticas Diniz, “o programa Ótica Cidadã está perfeitamente alinhado com a vocação social das Óticas Diniz, que anualmente atende milhares de pessoas nas campanhas de 1.000 armações gratuitas em inaugurações, e também por meio do Programa Diniz Social.”

Ronaldo Pereira, Presidente da rede Óticas Carol, enxerga a iniciativa como mais um passo na estratégia de responsabilidade social da companhia. “A Ótica Cidadã vem ao encontro do nosso projeto Pequenos Olhares, que já beneficiou mais de 10.000 crianças brasileiras oferecendo óculos a preços acessíveis. Desejamos agora ajudar milhares de cidadãos do Programa Bolsa Família.”

Num primeiro momento, o programa terá presença intensa nas regiões Nordeste, Sudeste e Sul, seguindo depois para o Centro-Oeste e Norte. Eugenio explica que a quantidade de óculos que será disponibilizada em cada óptica (10 pares por mês) foi decidida depois de um estudo de sustentabilidade do programa em longo prazo.

Segundo o executivo, como o valor baixo dos óculos é fruto do esforço cooperado das redes de ópticas e dos laboratórios do Grupo Essilor, que juntos subsidiarão as lentes, armações e o atendimento aos clientes do Programa Bolsa Família, entendeu-se que esse patamar para o início do projeto seria o mais viável, focando, num segundo momento, na ampliação da rede de ópticas participantes do programa. “Conforme o programa piloto se consolidar, aumentaremos o número de ópticas participantes”, prevê Drummond, lembrando que, hoje, mais de 14 milhões de famílias brasileiras são participantes do programa Bolsa Família.

Como adquirir seus óculos

Primeiramente, o participante do Bolsa Família deve acessar o site www.oticacidada.org.br, identificar as ópticas que fazem parte do programa e levar a receita médica com validade de até seis meses – o oftalmologista é o único profissional que pode realizar o exame de vista – bem como o cartão do Bolsa Família à unidade escolhida. “O benefício será estendido aos pais, filhos e cônjuges do titular do Programa do Governo Federal”, explica Sandra Abreu, titular do Projeto 2.5 New Vision Generationno Brasil e responsável pela implementação do programa Ótica Cidadã.

Além disso, na seção “Fale conosco”, a população também poderá indicar outros programas sociais para que sejam avaliados a participar do Ótica Cidadã futuramente.

Inclusão de novas ópticas

Ópticas que não sejam das redes Óticas Carol, Diniz e Chilli Beans poderão também se inscrever. O pré-cadastro estará disponível desde o lançamento e tão logo o programa esteja consolidado será comunicada a integração de novas redes. No entanto, este passo dependerá da manutenção e sustentabilidade do programa, assim como da capacidade dos laboratórios ópticos, que precisará ser avaliada periodicamente para acomodar novas lojas.

Informações adicionais: Rafael Cavalcanti
rcavalcanti@webershandwick.com

Postagem: Lucas Galante

LEAVE A REPLY