Home Notícias Praça Florida está interditada por 30 dias e comerciantes estão tendo prejuízo

Praça Florida está interditada por 30 dias e comerciantes estão tendo prejuízo

532
1
SHARE

Após o vendaval do dia 12 de março, a estrutura de lona da Praça Flórida ficou destruída, além disso o local já estava abandonado, sem manutenção pela última administração municipal. O Jornal BEM-TE-VI já havia feito reportagem, ano passado sobre o local, com o título Praça Flórida: mais um local abandonado pela prefeitura.

Na página oficial do Facebook da Prefeitura de Peruíbe foi divulgado que em reunião realizada, no dia 13, entre o Secretário de Obras, André de Paula, o Secretário de Turismo, Eduardo Ribas, servidores da Secretaria de Planejamento e os artesãos e expositores da Praça Flórida, além dos responsáveis pelos boxes da área de alimentação, ficou acertado que toda a estrutura de ferro e cobertura de lona existentes serão removidas no decorrer dos próximos 30 dias.

A medida é necessária tendo em vista os estragos provocados pelo vendaval do último domingo à noite, quando parte da lona caiu, e também pela remoção de toda estrutura de sustentação, comprometida com muita ferrugem pela falta de manutenção na administração anterior, e que poderia oferecer riscos aos frequentadores da praça.

Nesse período a exposição será transferida para um local no mesmo espaço e a área de alimentação ficará fechada.

Oportunamente será discutida entre a Prefeitura e todos que fazem uso daquele espaço uma nova estrutura para uma nova Praça Flórida, a ser construída com recursos do DADE – Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos, órgão vinculado a Secretaria de Turismo do Estado.

A quadra esportiva está há tempos abandonada, sem iluminação, rede, pintura…

Os comerciantes que dependem do local para manter o negócio, terão que trabalhar futuramente sem a estrutura, até que a parte burocrática seja concretizada e nova estrutura possa ser instalada na praça.

Entretanto, o pior mesmo está sendo este período de interdição, já que há muitos trabalhadores que dependem do negócio funcionando no local e essa espera sem poder trabalhar é prejuízo para qualquer comerciante.

“Um mês fechado prejudica muito a gente, mas estamos com esperança de que pelo menos removendo a estrutura, não tendo perigo para as pessoas, pelo menos a gente já consegue voltar a trabalhar, mas claro que se chover, não tem como, o público não terá onde ficar”, afirma comerciante que prefere não ser identificada.

Os comerciantes esperam com ansiedade para que este tempo seja o ideal para a praça estar autorizada a receber o público e que as melhorias não demorem anos para ocorrer, por ser um dos poucos pontos de atração aos moradores e turistas de Peruíbe.

Fotos: Divulgação

Texto e Postagem: Lucas Galante

1 COMMENT

LEAVE A REPLY