Home Notícias “Nós iremos inaugurar o tão sonhado Hospital de Peruíbe”

“Nós iremos inaugurar o tão sonhado Hospital de Peruíbe”

1693
0
SHARE

A afirmação é de Luiz Maurício (PSDB), prefeito eleito com 8.020 votos em Peruíbe. Ele que aceitou dar entrevista ao Jornal BEM-TE-VI, em seu escritório em Peruíbe, atitude que a gestão Ana Preto evitou durante os quatro anos de governo.

Ele recebeu a reportagem do Jornal BEM-TE-VI para uma entrevista e com tranquilidade, respondeu todas com exatidão.

BEM-TE-VI: Você disse em entrevista ao jornal O Repórter que a dívida da prefeitura hoje é cerca de R$ 40 milhões, de que forma pretende diminuir esta dívida nos próximos quatro anos ?

Luiz Maurício: Este valor é estimado e na verdade não tem segredo. É fazer redução de despesas, o controle dos gastos, revisão de contratos, revisão do número de cargos comissionados, nós vamos reduzir cerca de 40% desses cargos, trabalhar para o aumento da receita para o município, não só na arrecadação de tributos, mas em especial com relação também a busca de novo convênios , novos recursos com governo do estado e do governo federal.

Então reduzindo despesas e aumentando a receita é óbvio que sobra mais recurso, não só para pagar a dívida que está sendo deixada, mas para novos investimentos na cidade. A questão da dívida, principalmente junto aos credores é fazer uma verdadeira negociação, para que não se pague imediatamente toda dívida, se não prejudica todo o orçamento do ano, fazer um parcelamento a longo prazo com descontos, para que seja benéfica para administração municipal.

BEM-TE-VI: Nesta entrevista do Jornal Repórter no tema saúde, você disse que quer reabrir a maternidade em seis meses e deu certeza absoluta que irá inaugurar a obra do hospital, como pretende realizar esses desafios?

Luiz Maurício: A maternidade ficou fechada mais de dois anos e o governo não tomou nenhuma atitude para reabri-la e nós precisamos fazer esse enfrentamento. Nesta fase de transição nós já temos estudos que mostram que a reforma possa ocorrer em janeiro, para que possamos estar reinaugurando a maternidade no meio do ano e estar prestando os serviços para a população.

O hospital novo é um convênio do governo do estado que está sendo construído a passos lentos, mas a gente em dois ou dois anos e meio nos iremos inaugurar o tão sonhado hospital de Peruíbe! Isso é certeza absoluta! O convênio existe e nós vamos terminar a construção do hospital e vamos colocá-lo para funcionar no meu mandato.

BEM-TE-VI: Qual é sua principal preocupação em resolver com extrema prioridade?

Luiz Maurício: Botar a cidade para funcionar! É uma frase que eu utilizei durante a campanha e vou continuar usando, porque a prioridade que está faltando é que a cidade funcione, com um governo eficiente, algo que funcione de verdade que enfrente os problemas e que resolva os problemas.

Uma outra questão essencial é a questão de resgatar a credibilidade do município junto com a sociedade, junto com fornecedores, com governo do estado, governo federal, porque infelizmente Peruíbe está isolada da região e está perdendo oportunidades importantes.

BEM-TE-VI: De que maneira pretende resolver a questão dos atuais contratos (iluminação pública, limpeza urbana, transporte) com a prefeitura?

Luiz Maurício: Em janeiro iremos fazer um decreto determinando uma revisão de todos os contratos, e lógico que será feito dos mais altos aos mais baixos para que a gente economize e a tendência é que a gente faça uma economia de 20% a 30% de todos os contratos existentes que serão herdados pela atual administração. A gente já tem um estudo preliminar que já aponta isso e com certeza a imprensa vai ficar sabendo e em janeiro vai estar dando notícias das primeiras ações e dos primeiros resultados.

BEM-TE-VI: O turismo pode ser trabalhado de qual maneira para deixar o estado de abandono?

Luíz Maurício: Peruíbe é uma cidade evidentemente com vocação turística, mas infelizmente não assume sua atuação turística, pois nossos pontos turísticos hoje estão todos abandonados.

Não tem um receptivo para o turista ser recebido e se sentir bem em nossa cidade. Fora isso, não temos um investimento nessa área, pois também nós temos hoje um orçamento de R$ 1,9 milhões de orçamento total, sendo que aproximadamente R$ 1 milhão é para manutenção administrativa da secretaria, significa que sobram R$ 900 mil para o ano todo. Sendo que para investir em turismo e, quando a gente fala em investimento fala em contratação de show, de realizar eventos e nisso tem palco, tem som, tem divulgação, ou seja, o restante que sobra não dá para nada.

O histórico mostra que chega no carnaval já acaba o orçamento do turismo, então o nosso trabalho é fortalecer a divulgação dos eventos que já acontecem em nossa cidade, realizar eventos o ano todo, por isso digo que também trabalharemos o turismo com prioridade.

Assista um trecho da entrevista no vídeo abaixo: 

Texto: Lucas Galante

Fotos e vídeos: Allan Lopes

LEAVE A REPLY