Home Notícias Parceria gera novas oportunidades de emprego e fortalece comércio na Cidade

Parceria gera novas oportunidades de emprego e fortalece comércio na Cidade

394
0
SHARE

Enquanto a prefeitura de Peruíbe que já não oferece quase nada e ainda apresenta zona azul aos comerciantes e empresários da cidade, veja em comparação a ação da prefeitura de Itanhaém para melhorar o comercio e os negócios de diversos empreendedores locais.

Gerar emprego e fortalecer o comércio. Esses são os objetivos da parceria entre as secretarias municipais de Relações do Trabalho e de Desenvolvimento Econômico que oferecerá ao empreendedor de pequeno e grande porte mão de obra qualificada e infraestrutura para o fortalecimento do comércio na Cidade. Projeto servirá como um importante facilitador para o empresário porque disponibilizará uma série de serviços que contribuirá para o crescimento do negócio.

Quando o sistema detectar a abertura de uma nova empresa na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, funcionários do Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) entrarão em contato com o empresário para fornecer os serviços disponibilizados na Secretaria de Relações do Trabalho, localizada na Avenida Harry Forssell, 1.505, no Jardim Sabaúna.

Para o empregador, a Prefeitura oferece emissão de carteira de trabalho, faz triagem para o processo de seleção de funcionários com o perfil desejado, orienta sobre os procedimentos necessários para dar entrada na habilitação do seguro-desemprego, além disso, apresenta uma linha de crédito especial voltada ao micro e pequeno empreendedor para aquisição de equipamentos no valor de até R$ 20 mil, com a menor taxa de juros do mercado, de 0,35% ao mês.

De acordo com o secretário de Relações do Trabalho, Silvio Lousada, essa parceria será de extrema importância porque beneficiará o empresário local. “Pela primeira vez o empresário terá uma série de serviços que ajudará na infraestrutura do seu negócio. Nossa intenção é que ele seja um grande empregador”.

“Segundo dados extraídos do SEBRAE, 27% das empresas encerram as atividades no seu primeiro ano de existência. Esse número dobra no segundo ano. Por isso, estamos trabalhando juntos com a proposta de fortalecer o empresário”, afirma do secretário de Desenvolvimento Econômico, Eliseu Braga.

Enquanto isso em Peruíbe

Após saber desta notícia em Itanhaém, saiba que ontem um comerciante do Centro de Peruíbe, que prefere não se identificar, disse que suas vendas caíram 50% após a instalação da zona azul.

“Com frio, crise e agora essa zona azul em todas as ruas do Centro, acabou com o consumidor que antes parava em frente ao meu comércio e consumia com tranquilidade. Não tenho mais aquela pessoa que ia ao banco, cartório, resolver alguma pendência no Centro e que aproveitava para dar uma volta e nessa volta passava por aqui para consumir. As pessoas agora param o carro longe da zona azul, vão a onde tem que ir e depois vão embora.  Eu até vendo cartão para tentar ainda atrair gente, mas não chega a vender nem um por dia, ou seja, instalaram algo que ninguém quer pagar”, desabafa o comerciante que está sendo prejudicado, junto com demais comerciantes do Centro de Peruíbe.

É possível perceber duas realidades diferentes de ação para ajudar o comerciante. Em Itanhaém também possui zona azul, inclusive é a mesma empresa que administra em Peruíbe, entretanto lá a zona azul funciona em algumas ruas e não em todas as ruas do Centro de Itanhaém e o preço é 50 centavos a menos.

Aguardem reportagem completa da zona azul na próxima edição do jornal impresso do BEM-TE-VI.

Fonte: Comunicação Social Prefeitura de Itanhaem

Postagem: Lucas Galante

LEAVE A REPLY