Home Notícias Mancha vermelha no mar está associada a fenômeno da onda fluorescente

Mancha vermelha no mar está associada a fenômeno da onda fluorescente

369
0
SHARE

csm_manchavermelha_b9ca56b6e2

A mancha vermelha que foi vista por banhistas no mar de Santos, ao longo da semana, está associada ao mesmo fenômeno que provocou a onda azul fluorescente.

A informação é da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), que realizou uma coleta no último dia 27 de junho, na Ponta da Praia, com o objetivo de identificar o organismo responsável pelo episódio.

De acordo com informações da Cetesb, na amostra analisada foi observado um número elevado do organismo Noctiluca scintillans. Trata-se de um dinoflagelado unicelular, que pode ser considerado grande em comparação a outros organismos do fitoplâncton, chegando a 1 milímetro.

Esses organismos bioluminescentes estão frequentemente associados a florações marinhas (maré vermelha) e ocorrem naturalmente em várias regiões do mundo. Em altas densidades, podem estar associados à mortandade de peixes e outros organismos, explica a Cetesb. O efeito luminescente é mais visível à noite, em função da baixa luminosidade, e ocorre quando há agitação da água.

A espécie, apesar de não ser considerada tóxica, segundo a Cetesb, pode causar irritação na pele. Por isso, a recomendação é para que banhistas evitem o contato com a água neste período. 

Fonte: atribuna.com.br

Postagem: Lucas Galante

LEAVE A REPLY