Home Notícias Polícia Ambiental flagra caçador na Estação Ecológica Jureia-Itatins

Polícia Ambiental flagra caçador na Estação Ecológica Jureia-Itatins

474
0
SHARE

No domingo, 17/4, patrulheiros da Polícia Militar Ambiental flagraram um homem com uma espingarda, munições, armadilhas e um tatu abatido na Estação Ecológica de Jureia-Itatins (EEJI). Situada entre os municípios de Iguape, Miracatu, Itariri e Peruíbe, a EE Jureia-Itatins é uma Unidade de conservação de proteção integral.

Ainda no município de Itariri, os policiais fecharam uma fabriqueta improvisada de palmito juçara. Foram apreendidos 81 quilos e 72 unidades de palmito juçara in natura. Um homem admitiu ter extraído as palmeiras da EEJI. Três pessoas foram multadas em R$ 72 mil e irão responder em liberdade.

Sobre a Estação Ecológica Jureia-Itatins Jureia interna 02Situada entre os municípios de Iguape, Miracatu, Itariri e Peruíbe, a Estação Ecológica de Juréia-Itatins (EEJI) é uma Unidade de Conservação de proteção integral que tem como objetivos principais a preservação da natureza e realização de pesquisas científicas. Sua vegetação predominante é a Floresta Ombrófila Densa Submontana e Montana com clima subtropical úmido, sem estação seca definida. A temperatura média anual varia de 19,6 a 21,4 °C e a pluviosidade média anual é registrada em 2.277,8 mm.

Foi criada em uma época em que o setor imobiliário, os ambientalistas e as empresas (a NUCLEBRAS, que implantaria usinas nucleares) disputavam a terra. Hoje, a EEJI é responsável pela conservação de ambientes que foram pouco alterados pelo homem e que servem como refúgio para algumas espécies que costumavam habitar grande parte do litoral brasileiro.

 

Fonte: http://www.ambiente.sp.gov.br/

Postagem: Lucas Galante

LEAVE A REPLY