Home Notícias O lado “Country” de Peruíbe

O lado “Country” de Peruíbe

1527
0
SHARE
O Jornal BEM-TE-VI sobrevoa o Haras São Francisco, uma opção de lazer diferente e saudável

Praticar atividade equestre não é uma exclusividade das cidades do interior paulista. Moradores, visitantes e turistas vão descobrir que Peruíbe oferece muito mais que as praias centrais e as cachoeiras da Juréia. 

Na Zona Rural, existem alguns haras que alimentam a paixão dos amantes da montaria e movimentam uma atividade saudável e educativa que atrai cada vez mais pessoas. Monte na sela, ponha a luva, segure o cabresto e cavalgue em mais uma matéria especial que só o Jornal Bem-Te-Vi sabe fazer por você.

Para chegar à zona rural é preciso percorrer a Estrada Armando Cunha, que se incia na entrada principal da cidade. Lá, algumas propriedades oferecem diferentes opções de lazer, como  pescarias, piscinas naturais, trilhas, cachoeiras, locais para a observação de pássaros, comida caseira e muito mais.

Uma delas é o Haras São Francisco, um local muito aprazível, bonito e alegre de se visitar. Possui diversos animais e ainda uma pequena trilha que as crianças adoram, mas a especialidade da casa é mesmo mexer com cavalos. 

Quem gosta de cavalgar estará no lugar certo, e se além de gostar da montaria, também se importa com a qualidade no trato e  saúde dos animais. 

“Sou muito preocupada com a questão dos exames, os cavalos que vivem aqui cumprem rigorasamente todo o calendário de vacinas que lhe é de direito”, afirmou Vanessa Mariano, proprietária do Haras.

A preocupação dela é relevante se levarmos em conta que anda por aí a anemia infecciosa equina, uma doença viral, altamente contagiosa, transmitida por mosquitos ou pelo contato direto com sangue de animal infectado.

Os exames para detectarem esta doença devem ser feitos a cada dois meses e os animais infectados devem ser sacrificados, uma vez que não existe a cura. “Tenho muito medo que os meus cavalos fiquem com esta doença. Existem muitos cavalos soltos pela rua e quem me garante que eles são vacinados? A prefeituta deveria fazer uma campanha para alertar a população sobre as vacinas e fiscalizar”, alertou Vanessa. 

A ONG Projeto Vida Animal realiza esses exames e luta para que a prefeitura os realizem no Centro de Zoonoses de Peruíbe.

O Haras São Francisco oferece um serviço de hospedagem para cavalos que pode chegar a  R$ 400 mensais, incluindo banhos, comida, colcheiras e outros cuidados, destinados àqueles que não têm tempo e espaço para cuidarem de seus animais. 

Vídeo dos cavalos correndo para as cocheiras

Quem quiser comprar um equino, poderá encontrá-lo por R$ 2 ou até de 60 mil reais, dependendo da raça. Além da hospedagem, crianças com no máximo 10 anos podem participar das aulas de montaria. Além de aprenderem andar a cavalo, terão contato com a natureza e aprenderão a respeitar os animais, para se tornarem adultos mais saudáveis e conscientes. 

Antes de finalizar a matéria, é impossível não registrar a lembrança do ar puro e de uma certa alegria interior que acompanha o visitante no Haras São Francisco. O local emana um cheiro de terra e de Mata-Atlântica virgem, onde os relinchos e os sons de diversas espécies de pássaros são as únicas trilhas sonoras permitidas.

 Deixe o shopping de lado, desligue-se do celular, desconecte-se da internet, procure uma atividade ao ar livre e vá desfrutar de uma vida no campo, mesmo estando a poucos quilômetros da praia. 

Agende  a sua visita pelo telefone  (13)3456-2969 ou acesse o site www.harassaofranciscoperuibe.com.br

Conheça o trabalho importante da ONG Projeto Vida Animal www.projetovidaanimal.com.br.

*Nota: Esta matéria foi publicada em dezembro, na décima edição do Jornal BEM-TE-VI. 

Texto e fotos: Márcio Ribeiro 
Edição: Lucas Galante

LEAVE A REPLY